Resenha | Na Minha Pele – Lázaro Ramos

Sinopse:

“Movido pelo desejo de viver num mundo em que as pluralidades cultural, racial, étnica e social sejam vistas como um valor positivo, e não uma ameaça, Lázaro Ramos divide com o leitor suas reflexões sobre temas como ações afirmativas, respeito, gênero, família, libertação, afetividade e discriminação…”


Resenha:

O livro Na Minha Pele, do escritor/ator Lázaro Ramos, foi minha última leitura de 2017 e uma grata surpresa, por desconhecer a trajetória desse artista. Narrado de forma muito pessoal, em pouco menos de 150 páginas, o autor nos convida a refletir sobre temas muito atuais do nosso dia a dia, como: preconceito, identidade, conscientização social, cultura, raça, entre outros; na esperança de construirmos um mundo mais igualitário.

Mesclando passagens – que vão desde a sua infância humilde até a fase adulta – Lázaro constrói um relato pessoal e por vezes emotivo, no qual nos apresenta toda sua intensa inquietação sobre o mundo, por vezes, debatida no programa Espelho (Canal Brasil) e reflete sobre a sociedade de forma corajosa e lúcida.

Na Minha Pele desponta como uma obra de valor histórico pela relevância dos temas discutidos e, ainda, como memorial por apresentar costumes de lugares vividos pelo autor.


Sobre o autor:

Lázaro Ramos, natural de Salvador, iniciou sua trajetória artística no Bando de Teatro do Olodum, e hoje é muito conhecido pelo público, já estando presente em diversos filmes, como Madame Satã (2002), e também em novelas, Cobras e Lagartos.

Comments

comments