Mariah Carey | Artista é acusada de assédio moral e sexual

O portal TMZ revelou uma acusação de assédio envolvendo a artista Mariah Carey. O dono da empresa que cuidava da segurança da atriz, Michael Anello, afirma que sofria humilhações constantes e que a cantora o chamava de Nazista, skinhead, branco supremacista e membro do KKK (Ku Klux Klan).

O advogado de Michael preparou um processo, alegando que Mariah deve cerca de U$500.000 por serviços não pagos.

O processo também alega que a cantora cometia atos sexuais para serem vistos por Michael. Durante uma viagem para o Cabo San Lucas, a  artista pediu que ele fosse ao seu quarto tratar das suas bagagens. Ao chegar no local, Carey usava uma camisola transparente que estava aberta. Ele quis fugir, mas ela insistiu que ele cuidasse das bagagens, até que ele saiu sem que tivesse contato físico.

O empresário da atriz revelou que já está em processo de negociação com o advogado de Michael e que o processo está em “pausa”.

Comments

comments