Game of Thrones | 11 Participações especiais na série que poucos notaram

O cameo de Ed Sheeran na estreia da sétima temporada de Game of Thrones atraiu mais atenção do que qualquer outra coisa no episódio. O cantor só apareceu brevemente como um soldado do exército Lannister, mas rendeu bastante buzz na internet.

Mas na verdade, Sheeran está longe de ser o primeiro cameo inserido na popular série da HBO. Aqui estão alguns outros músicos, atores e outras estrelas que fizeram aparições breves durante suas primeiras seis temporadas.

1 – Gary Lightbody, vocalista do Snow Patrol

Muito antes de Sheeran chegar no set, Game of Thrones fazia questão de convidar músicos bem conhecidos a aparecer no show quando alguma música fosse realizada. No episódio da temporada 3, “Walk of Punishment“, foi Gary Lightbody, vocalista da banda do Reino Unido, Snow Patrol, quem liderou um batalhão de soldados da Casa Bolton em uma versão de “The Bear and the Maiden Fair“. Em Westeros, esta é uma música popular que todos parecem saber. Mas no mundo real, era necessário conscientizar o público de que a música existe, porque em um próximo episódio, também intitulado “The Bear and the Maiden Fair“, seria altamente referente.

2 – Roy Dotrice

Se você tem mais de 30 anos e é um antigo fã de fantasia na televisão, talvez você se lembra de Roy Dotrice como a sábia figura paterna do personagem de Ron Perlman em Beauty and the Beast, antigo seriado de TV americano baseado em A Bela e a Fera. Mas se você é fã das Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin, você provavelmente o conhece como o célebre leitor dos audiolivros em inglês. Na verdade, ele foi pessoalmente escolhido por esse trabalho por Martin, que trabalhou como escritor em A Bela e a Fera acima mencionadas.

Quando Game of Thrones começou a ser produzido, Dotrice foi anunciado como Gran Meistre Pycelle, mas ele logo teve que sair por razões médicas. Felizmente, ele conseguiu aparecer na temporada 2 como o piromaníaco Hallyne, que aparece brevemente nos episódios “The Ghost of Harrenhal” e “Blackwater“. Embora ele não estivesse muito tempo em tela, Hallyne desempenhou um papel fundamental no plano principal de Tyrion para a Batalha da Água Negra, e foi um uso adequado de um ator que será sempre vinculado aos livros em que a série se baseia.

3 – David Benioff e D.B. Weiss

A Casa do Preto e Branco, onde Arya Stark recebe seu treinamento como Assassina Sem Rosto, possui um salão infinito cheio de colunas alinhadas com os rostos dos mortos – não estátuas, mas os rostos reais que foram removidos e servem como máscaras para os Homens Sem Rosto. Naturalmente, a equipe de design de produção que fez os rostos acabou incluindo as pessoas que conheciam, em especial os criadores dos shows Benioff e Weiss, cujos rostos ocupam compartimentos adjacentes que recebem um pouco de tempo de câmera a mais que o normal.

4 – Mastodon

A banda americana de heavy metal Mastodon não teve nenhuma música em Game of Thrones, mas eles contribuíram com uma canção chamada “White Walker” para a mixtape Catch the Throne Vol. 2 que a HBO lançou para divulgar a série em 2015. Portanto, não foi surpreendente quando membros da banda apareceram no episódio “Hardhome“, no qual eles foram mortos e ressuscitados pelos White Walkers. O produtor executivo de Game of Thrones, D. B. Weiss, aparentemente é um grande fã da banda, o que provavelmente tem muito a ver com sua inclusão na mixtape e na própria série.

5 – George W. Bush

Este é o cameo mais assustador e controverso. Às vezes, quando você está filmando Game of Thrones, você precisa de um monte de cabeças para colocar pontas de lanças espalhadas pelo set. Por exemplo, no episódio da temporada 1 “Fire and Blood“, quando o Rei Joffrey obriga Sansa a olhar a cabeça cortada de seu pai e esta está cercada pelas cabeças dos aliados da Casa Stark e outros inimigos da coroa.

De acordo com Benioff e Weiss, os adereços de cabeça existentes são usados ​​para cenas como essa, e é por isso que uma das cabeças aqui é reconhecidamente a do ex presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Ninguém notou o perfil do ex-presidente até que Benioff e Weiss o mencionassem em um comentário de DVD para o episódio, e foi então que algumas pessoas acharam uma imagem violenta demais de um ex presidente e alegaram que era desrespeitoso. Isso levou a desculpas oficiais da HBO, bem como Benioff e Weiss.

6 – Sigur Rós

Outro cameo musical memorável veio no casamento de Joffrey e Margaery no episódio “The Lion and the Rose” da temporada 4, quando a banda de post-rock islandesa Sigur Rós aparece com um estranho conjunto de instrumentos musicais para realizar uma versão inusitada da canção tradicional da Casa Lannister, “The Rains of Castamere “. Joffrey deixa claro que ele não se importa muito com a performance, mas a banda escapa de forma suspeita quando o rei é envenenado apenas alguns minutos depois. “Rains of Castamere” é, naturalmente, uma canção sobre os Lannisters destruindo seus inimigos, e foi ouvida anteriormente no Casamento Vermelho, antes que de os Freys e Boltons violentamente traírem os Starks em favor dos Lannisters. Parece, de alguma forma conveniente, que a música retorne em uma versão ainda mais marcante logo antes de um governante Lannister ser assassinado em suas próprias núpcias.

7 – Will Champion do Coldplay

Mais um cameo musical, desta vez como parte de um dos momentos musicais mais tranquilos da série. No episódio “The Rains of Castamere“, o baterista que toca no salão das Gêmeas é o conhecido como Will Champion, que é mais conhecido por tocar bateria na banda Coldplay. A música mais memorável que ele interpreta aqui é, claro, a que o episódio é intitulado, que é usado para sinalizar o início do massacre da House Stark na sequência muito perturbadora do casamento vermelho. As mortes do Rei do Norte, Robb Stark, sua esposa grávida Talisa e a mãe do rei, Catelyn Stark, foram precedidas por uma performance com o mesmo baterista de “Yellow“.

8 – George R. R. Martin

Parece estranho que, para todos os outros cameos que a série tenha aberto espaço, ainda temos que ver o rosto do autor George R. R. Martin. Afinal, o escritor / diretor Peter Jackson aparece em todos os filmes de O Senhor dos Aneís, e se J.R.R. Tolkein estivesse vivo quando esses foram feitos, ele também poderia ter estado lá. Acontece que Martin deveria aparecer no primeiro episódio do Game of Thrones, “Winter is Coming“, mas isso simplesmente não chegou às nossas telas.

Martin filmou cenas trajados como um nobre de Pentos no casamento de Khal Drogo e Danaerys Targaryen; infelizmente, muita dessa sequência foi refilmada quando a parte de Danaerys foi reformulada depois que o piloto foi aceito. Martin pode, teoricamente, estar em meio a multidão em algum lugar, mas seu rosto não é visto. Mais tarde falou-se sobre um possível cameo na 4ª temporada, mas isso nunca aconteceu.

9 – Noah Syndergaard

Este é um cameo que faz sentido. A Casa Lannister sempre escolhe os melhores em tudo, mesmo quando eles estão afundados em dívidas. E quando você está contratando guerreiros para lutar contra os Dothraki e dragões, obviamente você vai querer caras que melhor arremessem armas do que qualquer outra pessoa. Este lançador em especial, visto derrubando um cavaleiro Dothraki no episódio da temporada 7 “The Spoils of War“, é na verdade Noah Syndergaard, arremessador do New York Mets (time de baseball).

Syndergaard é um grande fã do Game of Thrones, então ele ficou emocionado ao poder passar um tempo em Westeros. Nós não vimos se seu personagem sobreviveu ao ataque do dragão que se seguiu (embora a maioria do exército não tenha conseguido tal proeza), mas de qualquer forma, esse lance de lançar uma lança (!!) foi certamente um momento emocionante tanto para Syndergaard e seus fãs.

10 – Mastodon (de novo)

Em “The Dragon and the Wolf“, o season finale da última temporada, a banda de metal favorita de D. B. Weiss faz uma nova participação. Isso faz todo o sentido dentro da história, porque nós os vimos se tornarem wights em “Hardhome“, por isso é uma questão de continuidade quando esses rostos aparecem entre o vasto exército dos mortos enquanto marcham para o sul para o grande confronto final da temporada 8. E está claro agora que isso é algo que os membros do Mastodon gostam de fazer – ou pelo menos Brann Dailor, Bill Kelliher e Brent Hinds, já que não vimos o baixista Troy Sanders na série – então não será tão surpreendente se esses três wights aparecerem na temporada 8 também. Talvez até possam ser mortos por – ou matar – algum personagem importante quando chegar a grande batalha.

11 – Of Monster and Men

Interessante notar que existe um certo padrão nas bandas que costumam participar da série. Snow Patrol, Coldplay, Mastodon e agora Of Monster and Men. Aparentemente as bandas precisam ter seus nomes relacionados a monstrous ou frio para aparecer na série. Os Monster and Men fez sua aparição durante a peça assistida por Arya em Bravos. Segundo Ragnar “Raggi” Thorhallsson, vocalista da banda, eles imploravam para participar da série por anos.

Comments

comments