Review | Super Mario Odyssey

Falar de vídeo-games e não lembrar da Nintendo ou de Mario é algo quase impossível. O encanador que marcou a história dos games e acompanha a indústria desde a década de 80 é um dos ícones máximos de toda a cultura gamer. Deste modo, não foi grande surpresa quando a Nintendo anunciou que mais um game do personagem estava a caminho do vindouro Nintendo Switch. Com estética um tanto renovada, novas funções e novos mundos, Super Mario Odyssey despertou a curiosidade dos games desde o primeiro trailer.

Mas Mario não se resume somente ao seu valor histórico. O personagem possui jogos amplamente adorados que marcaram gerações e até hoje figuram em diversas listas de melhores jogos de todos os tempos, como Super Mario 64, Mario Galaxy e tantos outros. Assim, o desafio de Odyssey fica ainda maior quando se tem antecessores deste porte.

Por se tratar de um jogo do Mario, a história não chega a ser um elemento tão relevante. Obviamente, existe uma narrativa, mas esta não difere de tantos outros jogos do personagem, cuja motivação maior é salvar a princesa Peach. Sem diálogos complexos, trama intricada ou reviravoltas, o objetivo maior de Super Mario Odyssey é trazer uma aventura desafiadora, empolgante e acima de tudo divertida. E o jogo o faz com maestria.

Com a introdução do Cappy, chapéu vivo que auxilia o Mario durante o game, as coisas ficam ainda mais interessantes neste jogo. A possibilidade de assumir outros personagens, torna tudo mais dinâmico e intrigante, em especial quando estes são partes dos puzzles. (É possível controlar um Tiranossauro Rex! Precisa dizer mais?)

A jogabilidade continua seguindo as diretrizes dos games anteriores sem complicar muito. Pula na cabeça para matar, corre, pula e etc. Contudo, Cappy consegue trazer uma diversidade de maneira simples tanto ao combate quanto à exploração. É possível destruir objetos, atacar inimigos e pular entre plataformas, tudo com o auxílio desta única e criativa ferramenta.

Os cenários estão mais belos do que nunca. Com estéticas únicas, sem ficar repetitivo, os mundos que visitamos durante o game ajudam muito a tornar o game diversificado e intrigante. Alguns com traços realistas, outros bem cartunescos, cada mundo possui suas particularidades que renovam o jogo a cada viagem.

Outra qualidade dos mundos são os tamanhos. Cada lugar possui uma imensidão de locais a serem explorados, segredos a serem descobertos e uma infinidade de atividades secundárias que devem segurar o jogador por algumas horas a mais. Como já é comum nos jogos da franquia, Super Mario Odyssey traz muito para se fazer além do objetivo principal.

Por se tratar de um console novo e recheado de funções, era de se esperar que o game pudesse nos obrigar a usar algumas de suas funcionalidades, em detrimento da diversão. Contudo, Odyssey deixa o jogador livre para escolher como prefere jogar e executar suas ações. Algo excelente para um jogo que não esconde que seu foco maior é a diversão.

Além de Bowser, que costuma ser o grande chefão nos games do Mario, Odyssey traz uma equipe de chefes menores. Os Broodals, são uma equipe de coelhos que auxiliam Bowser em sua missão de organizar seu casamento com Peach. A inserção dos personagens ajuda a criar um dinamismo nas fases, sempre contando com mais de um chefão. Apesar de seguirem padrões semelhantes nos combates, é divertido lutar contra as armas diferentes de cada um.

Super Mario Odyssey é um game que procura atender a todos os públicos, infantil e adulto. Assim, é possível notar que algumas coisas foram simplificadas, mas nunca deixando o jogo bobo ou fácil demais. O esquema de vidas limitadas ficou para trás e agora como pena se perde 10 moedas. Apesar da decisão parecer deixar o jogo mais fácil, a dificuldade nas fases se mantém, principalmente nos desafios extras.

Super Mario Odyssey é uma obra-prima dos games, especialmente para aqueles que acompanharam a jornada do personagem. O jogo resgata muito do que Super Mario 64 apresentou, além de inserir diversos novos elementos à mistura. O game reconhece o legado que Mario possui e se auto referencia em diversos momentos, o que traz momentos incríveis. A absurda quantidade de easter eggs ajudam a lembrar o quão vasto e rico é o histórico da franquia.

Com fases desafiadoras, divertidas e intrigantes, Odyssey traz vídeo-games em sua mais pura essência. Sem dúvidas, um dos melhores do jogos ano.

Super Mario Odyssey está disponível para o Nintendo Switch.

Comments

comments