Review | LEGO: Ninjago – O Filme – Videogame

Além dos famosos bloquinhos que marcam presença na infância de tantas pessoas, a LEGO tem se tornado uma marca de grande relevância na indústria dos games e agora também nos cinemas.

Desde LEGO Indiana Jones, a Traveller’s Tale vem trazendo jogos que unem a fórmula LEGO dos video games com franquias que são objetos de adoração do público. Com uma fórmula amigável para os jogadores mais casuais e intrigante com desafios para os jogadores mais hardcores, a franquia se tornou uma marca sólida no mercado dos games.

Contudo, nem sempre é fácil depender de grandes franquias como Star Wars, Marvel, DC, ou Senhor dos Anéis para lançar os seus jogos. Assim, os bloquinhos dinamarqueses também passaram a investir em propriedades intelectuais próprias, que é o caso de LEGO Ninjago.

Aproveitando o lançamento de LEGO Ninjago: O Filme, animação que certamente agradará as crianças e surpreenderá o público adulto com uma história sólida, divertida e com referências para ambos os públicos, a Traveller’s Tale lança um game baseado no filme, trazendo o a tão querida fórmula LEGO, mas com novidades, sem deixar que o estilo caia na mesmice.

Mais do que um jogo infantil

Assim como o filme, em uma primeira vista é provável que Ninjago só atraia o público infantil que já está familiarizado com a franquia. Neste sentido, jogos como LEGO Star Wars ou Senhor dos Anéis podem ter um apelo mais forte aos adultos. Mas não se engane, LEGO Ninjago é um jogo que não se limita a este público e os adultos que o experimentarem podem ter bons momentos de diversão.

A nova velha fórmula 

Jogos baseados em filmes tendem a serem recebidos com desconfiança e isso não é algo injustificado, existem muitos exemplos para justificar este temor. Contudo, por ter uma fórmula característica em seus jogos, a franquia LEGO acaba se tornando uma aposta segura, já que na maioria das vezes sabemos o que podemos esperar.

Entretanto, LEGO: Ninjago não é só mais uma cópia de qualquer jogo LEGO em uma nova roupagem. O jogo possui todo cuidado em sua caracterização, level design e em incrementar à fórmula. Por se tratar de uma franquia de games que traz diversos temas dentro de uma fórmula semelhante, a Traveller’s Tale consegue incrementar ainda mais a sua mecânica a cada jogo, sempre colocando novidades que serão adotadas em jogos futuros.

Agora contando com um combate um pouco mais elaborado com combos e ataques mais diversificados, o game incrementa em suas mecânicas. Durante as lutas, quando se chega a um certo número de golpes é possível desencadear diversos combos. A opção de compra de habilidades para personagens também é uma novidade que agrada.

Agora também existe uma seta guia para o objetivo, o que não necessariamente vai significar um “emburramento” do jogo, mas sim uma possibilidade de se aprimorar os designs das fases e acrescentar um pouco de complexidade sem medo de prejudicar os gamers menos experientes.

Quem já conhece a franquia há algum tempo, certamente notará o refinamento no lançamento e isso certamente será levado aos futuros games da série.

Enredo

Como na maioria das vezes, os games da LEGO adaptam histórias já conhecidas, principalmente de filmes, o storytelling nem sempre é um forte do game. Na maioria das vezes, o ideal é que o jogador conheça a história adaptada, caso queira ter uma experiência completa.

Obviamente, existem casos como os jogos LEGO Marvel Heores e DC Heroes, onde são apresentados novos arcos com histórias originais. Contudo, aqui não é o caso. E, por se tratar de um jogo atrelado a um filme que acaba de ser lançado, é compreensível que este seja mais um complemento e não entregue tudo que se encontra no material de origem.

Mesmo com uma história picotada com alguns poucos trechos para desenvolvimento do enredo, a história pode ser entendida ao longo do game.

No Nintendo Switch

Além da versão de PS4, testamos também o game no Nintendo Switch. Apesar de apresentar uma pequena queda na qualidade gráfica, com alguns serrilhados nas bordas, o game faz um ótimo trabalho no novo console da Nintendo.

Por se tratar de um jogo cuja complexidade não é das maiores e com uma jogabilidade extremamente amigável, o game funciona perfeitamente para o Switch, entregando em alguns momentos uma experiência ainda mais divertida do que nos consoles de mesa, já que estamos falando de um híbrido entre portátil e console de mesa. Normalmente, as versões dos games LEGO para portáteis costumavam ser extremamente inferior que as de console. Então ter a oportunidade de jogar um game LEGO em todo o seu potencial nos mais diversos locais é uma novidade muito agradável.

Além da (modesta) queda nos gráficos, não há o que se notar de defeito na versão de Switch em relação às versões para os consoles mais “robustos”. Aqueles que preferirem jogar no novo e querido console da Nintendo, estarão muito bem servidos.

Conclusão

LEGO Ninjago: O Filme – O Jogo é, assim como o filme, algo que pode ser experimentado tanto por adultos como por crianças. Apresentando tudo que já era bom nos games da LEGO e trazendo novidades extremamente positivas, o game é muito competente em entregar a diversão e manter os jogadores engajados.

O incremento no design, na jogabilidade e em diversas mecânicas só evidencia que apesar de se ater à sua fórmula, a franquia LEGO não está estagnada e nem se acomoda com o que já desenvolveu. Futuros games como LEGO Marvel Heroes 2 se tornarão ainda mais aguardados depois de se jogar LEGO Ninjago.

Totalmente localizado com textos e dublagens em português, Ninjago não é um game baseado em filme feito às pressas. É mais um lançamento LEGO com todo o potencial dos outros games e tão robusto e competente quanto qualquer outro.

Para quem quiser ter a experiência mais completa do game, recomendamos fortemente que se assista o filme. Assim como LEGO Batman – O Filme e Uma Aventura LEGO, Ninjago é o claro exemplo de filme esteticamente infantil que conquistará o público adulto com piadas e referências direcionadas a este público e um enredo com camadas diferentes para diferentes públicos.

LEGO Ninjago: O Filme – O Jogo foi lançado no dia 28 de Setembro para PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

 

Comments

comments