Review | Just Dance 2018

Música e vídeo-games sempre caminharam lado a lado. Trilhas sonoras sempre foram um elemento fundamental nos jogos, e muitas marcaram tanto quanto os jogos que estas embalavam. Assim, fazia todo sentido que em algum momento a música se tornasse o objeto principal dos jogos.

Games como Guitar Hero, Rock Band ou até mesmo os games de dança onde apertávamos botões com os passos foram fundamentais para estabelecer um gênero que segue se renovando e reinventando. A febre que os games de guitarra representaram na geração passada hoje abre espaço para a franquia de dança Just Dance.

Lançada em 2009, Just Dance é um game focado em dança. A mecânica é simples, na tela um modelo executa os passos e o jogador deve repetí-los para acumular pontos. Com as novas tecnologias de captura de movimentos nos vídeo-games que surgiam, a franquia começou a expandir e angariar um publico fiel.

Agora, a franquia que possui lançamentos anuais, retorna com sua edição 2018 do game com missão de dar continuidade ao sucesso do game que sempre está presente em eventos, além de possuir diversos campeonatos pelo mundo.

A fórmula do game continua semelhante, o que já era de se esperar. Contudo, o game sempre se renova na animação, seleção de músicas e funções extras que vão surgindo a medida que a indústria avança.

Apesar da diminuição do uso da tecnologia de captura de movimento nos games (vide a descontinuação do Kinect), Just Dance traz uma solução simples, inclusiva e de baixo custo, um aplicativo de celular. Deste modo, o game dispensa que o jogador precise investir em controles robustos para ter acesso ao game. Basta baixar um aplicativo e já se está habilitado para experimentar o game. Este é um exemplo que deveria ser seguido por muitos outros games que necessitam de acessórios especiais para seu funcionamento.

Apesar de contar com modo single player, é no multiplayer (local ou online) que Just Dance cumpre o seu propósito maior, animar e divertir. Seja em grupos de amigos, ou em jogatinas online, Just Dance consegue animar e empolgar os jogadores.

Além da seleção de aproximadamente 40 músicas que acompanha o jogo, o jogador por optar por assinar o Just Dance Unlimited, serviço que conta com um catálogo ainda maior de músicas, indo de trilhas sonoras à clássicos da música, como Elvis Presley, passando por músicas dançantes mais novas. Quem deve se sentir preterido são os fãs de Rock que devem encontrar poucas músicas no estilo.

Gamers hardcore podem olhar torto um game cujo único objetivo é dançar. Contudo, Just Dance oferece um tipo de diversão que poucos games na indústria conseguem oferecer, além de ser uma forma de se exercitar. Apesar da contagem de pontos e da competição, o real objetivo de Just Dance é divertir e unir pessoas.

Just Dance 2018 é uma continuação extremamente satisfatória da franquia que deve ter fôlego para seguir por anos, seja em campeonatos, eventos, festas ou até mesmo na solitária jogatina.

Desenvolvido pela Ubisoft, Just Dance 2018 está disponível para PS3, PS4, Xbox 360Xbox One e Nintendo Switch.

Comments

comments