Mindhunter | Quem é o personagem misterioso da série?

Aviso: O texto pode conter pequenos spoilers da primeira temporada de Mindhunter.

Apesar de se tratar de uma série de ficção, Mindhunter é extremamente baseada em fatos e pessoas reais. A história dos agentes Holden Ford e Bill Tench são inspiradas na pesquisa realizada pelo FBI nos anos 70 sobre o comportamento dos “Seria Killers”. Deste modo, alguns personagens são versões fictícias de pessoas reais, enquanto outros representam pessoas que realmente existiram, como foi o caso do elogiado Ed Kemper.

Contudo, um personagem esteve presente ao longo da primeira temporada sem trazer muitas informações sobre sua trajetória. A cada episódios nos é mostrado, em cenas de um minuto, que mostra o desenvolvimento de um misterioso psicopata. A expectativa é de que estas cenas culminariam em uma convergência entre os agentes do FBI e o misterioso personagem. No entanto, não foi o que aconteceu. Mindhunter finaliza sua primeira temporada com um enigmático desfecho sem introduzir o personagem à trama principal, deixando-o para a segunda temporada.

Para os que ainda não identificaram o personagem misterioso, trata-se de Dennis Rader, também conhecido como “O Assassino BTK”. O apelido BTK surge devido ao seu M.O (modus operandi) que se trata de amarrar (Bind), torturar (Torture) e matar (Kill).

Rader foi um assassino em série cuja atividade se manteve no Kansas de 1974 até 1991. Ao longo dos anos, ele matou oito mulheres e dois homens estrangulando, sufocando, esfaqueando ou enforcando. Rader era casado e tinha dois filhos, além de ser líder de uma comunidade cristã luterana. Ele trabalhou para a empresa de segurança ADT de 1974 até 1988, sendo este o motivo do seu personagem aparecer com o uniforme da ADT.

A série também aborda outros aspectos da vida de Rader. O assassino enviou cartas à polícia anos antes de sua prisão. Em um de seus curtos momentos na série, podemos ver Rader deixando uma cara na caixa de correio enquanto usava luvas.

Em outro momento, vemos o assassino assistindo TV enquanto pratica os seus nós, o que obviamente era uma referência ao seu modo de atar as vítimas.

A série também aborda o momento em que uma vítima conseguiu escapar das mãos do BTK por ter chegado mais tarde em casa. Durante o início do oitavo episódio, Rader aparece sentado em uma sala enquanto bebe água. Ao ouvir o toque de um relógio, ele se levanta e olha para a janela da frente, limpa o copo, arruma a cozinha e deixa a casa cheio de raiva.

De acordo com uma notícia do Washington Post de 2005, Rader esperou por Anna Williams, de 63 anos, na noite de 28 de Abril de 1979.

“Ela estava em um baile e parou para visitar a filha, chegando depois do seu horário costumeiro. O assassino desistiu,” afirma a reportagem. Posteriormente, Rader chegou a enviar um poema entitulado “Oh, Anna, por que você não apareceu?”

Após três décadas de crimes, Rader foi preso em 2005 após um disquete ter sido enviado para a polícia com informações referentes a Dennis e sua igreja luterana. As evidencias circunstanciais em conjunto com DNA foi o suficiente para prender e condenar Rader.

Atualmente, Rader tem 72 anos e cumpre 10 prisões perpétuas. Ele está preso na El Dorado Correctional Facility no Kansas com previsão mínima de soltura para 2180 (Não sei porque se dão ao trabalho de calcular).

Como o personagem pode influenciar o futuro da série

Como Rader só foi preso em 2005, décadas após o período da série, ainda  é incerto como será a dinâmica do personagem. É possível que a série trabalhe com saltos temporais entre temporadas, passando pelas décadas de 80 e 90, levando à sua prisão no final da série.

David Fincher declarou que possui planos para cinco temporadas, o que indica que ainda existe muito o que explorar na história de Rader, bem como na de Holden Ford, Bill Tench e Wendy Carr.

Mindhunter tem sua primeira temporada disponível na Netflix. O retorno da série ainda não tem previsão de lançamento.

 

Comments

comments