Leitura Dinâmica: Wolverine – O Velho Logan

leitdinaNo embalo do pensamento sobre o que poderia acontecer no terceiro filme do Wolverine (que será o último com Hugh Jackman), peguei para ler O Velho Logan, publicação em forma de encadernado com capa dura da Salvat.

Bom, em primeiro lugar vale dizer que a história foi escrita por Mark Millar e tem arte de Steve McNiven. E é inegável que a fonte de inspiração de Millar nesse caso foram as histórias de Western e a confirmação para isso se encontra nos extras no fundo da revista, onde o próprio autor fala sobre isso. E se o Wolverine está no velho-oeste, não tem como não perceber um jeitão de Clint Eastwood no personagem graças ao bom traço de McNiven.

Mas não, não se engane, a história não se passa no passado e sim em um futuro onde as coisas deram muito errado e praticamente todos os heróis foram mortos, sumiram ou se tornaram vilões. E nesse mundo, dominado pelos piores inimigos dos justiceiros da Marvel, o Wolverine não usa mais esse nome e decidiu ter uma vida pacata como Logan, junto a sua mulher e dois filhos. Mas se hoje em dia é difícil pagar as contas, imagine quando você é um ex-herói que não quer mais lutar. Para sorte ou azar dele um velho amigo surge com uma proposta que vai fazer ele cruzar o país inteiro.

Old-Man-Logan-Wolverine-Comics

Sinceramente, achei a premissa bem interessante e a execução da história é boa, mas em alguns pontos Millar acaba escolhendo soluções fáceis e meio forçadas, ao invés de explorar mais profundamente outras situações ou personagens, que poderiam ter funcionado de forma melhor para a história ou mesmo dentro da lógica que o universo Marvel construiu para os seus personagens.

Com isso, a história que poderia ser excelente acaba falhando em alguns aspectos, mas ainda assim é um material bem divertido para se ler sobre o Wolverine, com surpresas legais e momentos marcantes nesse futuro distópico. E ao final da leitura fica a impressão que essa mesma versão do universo poderia ser revisitada, para que novas histórias fossem contadas, o que mostra que ele conseguiu construir algo rico nas poucas edições que levaram a esse arco.

Em termos artísticos, McNiven faz um trabalho de qualidade e o desenho dele é bem competente, apesar de eu discordar de eles terem envelhecido tanto o Logan, que para mim praticamente não envelheceria nessa passagem de tempo. De todo modo, acho que essa foi uma escolha do Millar, já que os esboços originais mostravam o personagem mais jovem -algo que você também poderá ver nos extras.

Resumindo, uma história competente e bem desenhada, que desliza em alguns aspectos, mas que vale a pena a compra e a leitura e que trouxe um universo bem interessante e que a Marvel deveria re-explorar em algum momento. Por sinal, essas edições em capa dura da Salvat estão de parabéns pela qualidade do material e pelos extras colocados.

Nota: nota3e5

Wolverine: O Velho Logan
Publicado em: setembro de 2014
Editora: Salvat
Licenciador: Marvel Comics
Categoria: Álbum de Luxo
Gênero: Super-heróis
Status: Em circulação
Número de páginas: 238
Formato: Americano (17 x 26 cm) – Colorido/Capa dura
Preço de capa: R$ 32,90

Comments

comments