Game of Thrones S07e04 | Dracarys!!

Aviso: Contém spoiler dos episódios já exibidos da sétima temporada de Game of Thrones

A cada episódio Game of Thrones segue diminuindo seu escopo, eliminando personagens desnecessários (para o final), unindo personagens chave e focando no que levará a história para o seu final. Assim como os episódios anteriores, Spoils of War foi marcado por encontros e reencontros, desconfianças e combates. No entanto, nenhum combate nesta temporada se assemelha ao que fora mostrado neste episódio. Com a redução dos núcleos, os episódios seguem ficando cada vez mais dinâmicos. Juntar os personagens em conflitos e alianças tem se mostrado uma ferramenta eficaz para caminhar o roteiro e se manter focado.

Enquanto Cersei é elogiada pelo banqueiro de Bravos por quitar a sua dívida em uma única parcela, Jaime Lannister retorna de Jardim de Cima carregando toda a riqueza dos extintos Tyrell. Além do divertido diálogo entre Bronn e Jaime, é interessante notar a menção da Companhia Dourada por Cersei, afirmando que Qyburn buscava reforço com eles. Aparentemente a Rainha ainda tem alguns truques na manga.

Já em Winterfell pudemos ver Mindinho tentando entrar na cabeça de mais um Stark, Bran, ao presenteá-lo com a adaga que fora usada na tentativa de seu assassinato. Contudo, é o jovem Stark que sabe o que se passa na mente de Lorde Baelish. “O Caos é uma escada”, uma frase usada por Petyr em algum momento anterior na série, foi dita por Bran o que deixou Mindinho um tanto desconsertado em relação ao garoto. Após o diálogo, Meera Reed se despede afirmando que iria reencontrar sua família. Fica a expectativa da aparição de Howland Reed, a única pessoa viva que esteve presente no nascimento de Jon Snow.

Um dos momentos mais tocantes do episódio foi o reencontro entre Sansa e Arya. As irmãs que nunca se deram bem durante a infância não hesitaram em demonstrar o carinho que sempre sentiram apesar das desavenças. Enquanto as duas conversam sobre a jornada das duas até ali, Sansa começa a notar que sua pequena irmã tornou-se muito mais dura do que a enérgica jovem de outrora, o que foi confirmado durante o treinamento de Arya com Brienne.

Em Pedra do Dragão a relação entre Jon Snow e Daenerys Targaryen segue se estabelecendo. Enquanto o Lobo Branco busca mostrar à Mãe dos Dragões que os humanos devem se unir para lutar contra uma ameaça em comum, Daenerys continua impondo a condição de que o Rei do Norte deve se ajoelhar perante ela para que esta se una à sua causa.

Durante toda a cena entre os dois é construído um clima, onde os personagens se aproximam, se tocam e deixam alguns momentos de silêncio criar uma certa tensão entre os personagens. Por mais que a maioria dos fãs não queiram, parece que a série quer realmente fazer o romance entre Jon Snow e Daenerys Targaryen.

Um detalhes que foi levantado pelos fãs no terceiro episódio foi a origem de Missandei, questionada por Davos em um primeiro momento. Por conta disso, muitas teorias surgiram de que ela poderia ser a próxima traição prometida para Daenerys. Se aquilo parecia pouco provável naquele momento, a teoria ganhou mais força neste episódio, já que a conselheira mais uma vez foi questionada sobre sua origem e também sobre a sua lealdade para com Daenerys. “Ela deixaria você ir se você quisesse?” questionaram Missandei.

Após descobrir que o inteligente plano de Tyrion fora um fracasso, a Rainha decide tomar as rédeas de sua conquista. Contudo, seus conselheiros a advertem sobre os danos que podem ser causados à sua imagem caso a Dany opte por tomar a Fortaleza Vermelha à força queimando os seus inimigos e espalhando o terror. Com isso, para a surpresa de todos, Daenerys pergunta o que Jon Snow faria, mostrando que ela começa a nutrir certa admiração pelo Rei do Norte e sua devoção para com seu povo. Deste modo, Dany escolhe um meio-termo.

Assim, somos levados ao conflito entre Daenerys, acompanhada dos Dothraki e Drogon, e o exército Lannister que rumava de Jardim de Cima para Porto Real. Este, que foi um dos mais memoráveis confrontos da série, mostrou o poder real que um dragão pode ter em combate. As tropas Lannister não eram páreo para Drogon, enquanto os Dothraki aproveitavam o momento de fraqueza dos soldados.

Mas, por mais estranho que possa parecer, o Escorpião construído por Qyburn estava com a tropa, o que foi razoavelmente útil, já que Bronn conseguiu acertar uma flecha no dragão e restou provando que a arma pode ser eficaz contra as criaturas.

Com Drogon ferido, Daenerys precisou descer ao solo para cuidar de seu dragão, momento que Jaime aproveitou para tentar colocar um fim à conquistada Rainha. Neste momento é possível notar o laço que Tyrion ainda possui com seu irmão, o que pode vir a torná-lo um risco para a Rainha em algum momento crítico, principalmente se Jaime for feito prisioneiro posteriormente.

Com um ritmo mais acelerado, referências e diálogos interessantes, Spoils of War é um dos melhores episódios desta temporada, apesar de sua curta duração. Esta sétima temporada vem de uma sequência de acertos, mostrando que não pode perder tempo com tramas vazias e que o fim se aproxima. Com Daenerys virando o jogo em sua guerra contra Cersei, tudo indica que a série irá voltar seus olhos para o conflito no norte, que tem sido negligenciado durante estes primeiros episódios.

Assim, fica aberto o período de especulações até o próximo episódio, lembrando que cada detalhe conta!

Game of Thrones está sendo exibida aos domingos no canal pago HBO.

Comments

comments