Capitã Marvel | Produtora fala sobre o filme, representatividade e feminismo

Se você não conhece Victoria Alonso, você provavelmente conhece o seu trabalho. A executiva da Marvel Studios co-produziu todos os filmes da companhia desde Homem de Ferro (2008) junto a Kevin Feige e Louis D’Esposito. Ela continuará seu trabalho em filmes do Universo Cinematográfico Marvel em filmes como Doutor Estranho e Guardiões da Galáxia Vol. 2. Mas, em entrevistas recentes, Victoria fez questão de atualizar os fãs no atual status do filme da Capitã Marvel.

Em uma das entrevistas foi perguntado à executiva o quão longe estão os filmes da Capitã Marvel, agora que Brie Larson foi oficialmente escalada como protagonista.

“Nós temos uma atriz incrível na Brie Larson e uma mulher incrível para segurar esta bandeira, que é bem pesada, eu devo dizer,” contou. “Estamos nas conversas iniciais. Nós temos roteiristas tentando finalizar o roteiro. Ainda não temos diretor, mas está tudo caminhando.”

Há algum tempo atrás, rumores apontavam que o estúdio já tinha alguns candidatos para assumir a direção do file, tendo nomes como Niki Caro, Lesli Lanka Glatter e Lorene Scafaria. Outro diretor fora da lista pode acabar assumindo o filme, mas tudo indica que a Marvel Studios está seguindo a diretriz da DC e buscando contratar uma diretora para comandar o filme.

Victoria também falou sobre ser uma produtora mulher em um mercado dominado por homens.

A executiva destacou que nunca se deixou ser reduzida por ser mulher. “Eu não acho que minhas opiniões deixem de ser ouvidas porque sou mulher. Eu nunca tive esse problema. Eu entro na sala e me sinto contente por ser uma das pessoas brilhantes a fazer parte do trabalho e poder um lugar a mesa.”

“Há momentos em que é mais difícil e que eu desejo que houvesse um equilíbrio maior, que as coisas fossem mais 50/50, porque acho que seria mais saudável. Eu não quero uma companhia só de mulheres. Eu só acho que o equilíbrio que criamos uns com os outros é incrível e é isso que quero passar para todos. Equilíbrio é saudavel, ter opiniões diferentes é saudavel, ter pessoas dos dois lados é saudável, ter pessoas de contextos diversos é saudável e bom e é assim que o mundo é.”

Em entrevistas passadas, Victoria já havia deixado registrado que se dependesse dela, a Marvel já teria tido um filme dirigido por uma mulher. O comentário veio após o anúncio de que o filme da Mulher Maravilha seria dirigido por uma mulher, e Victoria gostaria que seu estúdio tivesse sido o pioneiro neste quesito.

Comments

comments