Capacitor Recomenda | Erased

A vontade de mudar algo no passado é uma das vontades mais recorrentes entre as pessoas. Uma palavra (não) dita, uma atitude (não) tomada ou um erro cometido e aquela relação que não valorizamos e perdemos, são coisas que podem nos acompanhar durante toda a vida com um gosto amargo. Mas, o quão diferente seriam as nossas vidas se tivéssemos feito as coisas diferentes? O quão diferente seriam a vida das pessoas. Este é um dos principais pontos abordados em Erased.

Erased, é uma série em anime, baseada no mangá Boku Dake ga Inai Machi (A cidade onde só eu não existo), criado por Kei Sanbe. Com 12 episódios, a série traz um arco fechado que envolve mistério, aventura e drama.

Para evitar spoilers, manteremos todas as descrições extremamente superficiais, não entregando mais informações do que o que consta nas sinopses.

A história gira em torno de Satoru Fugima, 29 anos, entregador de pizza e aspirante a mangaká. Apesar da descrição simplista, Satoru não é uma pessoa normal. Ele constantemente vive loops temporais sempre que uma tragédia acontece por perto (por volta de cinco minutos), fenômeno conhecido como Revival. Assim, Satoru se vê constantemente compelido impedir que acidentes aconteçam aos outros. No entanto, mesmo com tal particularidade, o personagem não foi capaz de impedir a tragédia mais dolorosa de sua vida, a morte de sua mãe, Sachiko Fujinuma, que fora assassinada.

Ao descobrir o que aconteceu com sua mãe, Satoru acaba sendo incriminado pelo assassinato, o que o leva a fugir em busca do verdadeiro assassino. Enquanto se esconde da polícia, ele acaba sendo levado para o ano de 1988, quando ainda tinha 11 anos, período em que algumas crianças foram sequestradas e assassinadas na cidade.

Durante este período em que revive sua infância, Satoru tem de reavaliar as relações com seus colegas, com sua mãe e enxergar a vida de outra maneira. Enquanto busca entender porque voltou tanto no tempo, o personagem busca apreciar mais tudo aquilo que não valorizou.

É em meio a este misto de suspense, nostalgia e drama que Erased conta sua história. Enquanto traz uma trama mais tensa e eletrizante no futuro, o anime apresenta algo mais intimista, tocante e intrigante no passado.

Apesar de ser uma série que possui diversos personagens infantis, seu enredo é extremamente sério e denso. Ao longo de toda a jornada de Satoru, é fácil nos pegarmos refletindo sobre diversas questões apresentadas no anime e sobre as nossas vidas.

Lidando com temas como agressão, bullying, depressão e relacionamentos familiares, Erased apresenta uma trama extremamente tocante e envolvente. Com personagens cativantes e um mistério bem interessante, a série mantém o telespectador preso e sempre ansiando pelo próximo episódio. E, por se tratar de uma série curta e fechada, a experiência da maratona é ainda mais prazerosa.

Além do Mangá e do Anime, Erased ganhou uma versão live-action japonesa produzida pela Netflix. Apesar de continuar interessante, a versão do serviço de streaming acaba perdendo seu poder por conta da atuação limitada de seu elenco. Contudo, ainda é uma experiência válida aos que preferirem o formato.

Para fãs de suspense, drama, aventura e para os nostálgicos, Erased é uma experiência mais do que recomendada. Com momentos divertidos, intrigantes e emocionantes, a série é uma montanha russa de emoções que entrega uma experiência completa e extremamente gratificante que, como toda boa obra, ainda ficará com você por muito tempo depois de terminada, nos fazendo reavaliar como levamos a vida e valorizamos as pessoas que temos ao nosso lado.

Erased está disponível em anime na Crunchyroll e live-action na Netflix.

Comments

comments